Eleonora Menicucci é a próxima atração do programa TV Mulheres

Compartilhar:
Eleonora Menicucci é a próxima atração do programa TV Mulheres

Neste próximo domingo (17/12), vai ao ar pelo canal da Causa Operária TV no Youtube, a COTV, a nova edição do programa TV Mulheres.

Eleonora Menicucci, ex-ministra da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres no governo Dilma Rousseff, vem ao programa falar de sua experiência no governo da ex-presidenta do PT, discutir o golpe de Estado contra a presidenta legitimamente eleita, os ataques da direita, o monopólio da imprensa burguesa e a imprensa pequeno burguesa, que apesar de fazer muito alarde com a causa feminista, se fez de morta para defender uma mulher que sofreu gravíssimos ataques a sua honra no processo de impeachment farsesco, fraudulento e criminoso.

Eleonora e Dilma lutaram contra a ditadura militar e dividiram a mesma cela na prisão Tiradentes para onde eram levados os presos pela operação Oban.

Também autora do livro “a mulher a sexualidade e o trabalho”, tem pós-doutorado em saúde e trabalho das mulheres pela Universidade de Milão e é livre docente em Saúde Coletiva pela Faculdade de Saúde Pública da USP.

Em tempos em que atravessamos um golpe de Estado, em que, os imperialistas estão implantando uma política de terra arrasada e ataques sistemáticos a classe operária e em especial às minorias, ter um programa que dê voz a um dos setores mais excluídos e explorados da sociedade capitalista, é também um ato revolucionário.

E nada melhor e mais a caráter do que receber uma sobrevivente da ditadura, e para falar um pouco sobre o panorama político atual especialmente no que diz respeito à política com relação as mulheres.

Se inscreva em nosso canal da Causa Operária TV no Youtube e fique por dentro dessa e de outras novidades da programação, como o Tição-programa de preto, o Cine Clube Buñuel, e os já tradicionais Uzwela, Colunistas ao vivo, todo dia e Análise Política da Semana.

artigo Anterior

Fora Doria: patrocínio em uniformes é a política de privatização do PSDB

Próximo artigo

General publica terceiro artigo no Estadão discutindo golpe militar

Leia mais

Deixe uma resposta