USP nomeia sala de aula com nome de Luiz Gama, 167 anos após ter rejeitado sua entrada na faculdade de Direito do Largo São Francisco

Compartilhar:
USP nomeia sala de aula com nome de Luiz Gama, 167 anos após ter rejeitado sua entrada na faculdade de Direito do Largo São Francisco 1

A Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP), batizou em 1ª de dezembro  no Salão Nobre da faculdade, um das suas salas de aula com o nome de Luiz Gama.

A homenagem ao um dos maiores ícones contra a escravidão e luta do povo negro, militante do povo negro da época, ocorreu 167 anos após a mesma faculdade ter rejeitado sua entrada como aluno pelo fato de ser negro.

Luiz Gama foi um homem negro livre, filho de um português com uma negra livre; tentou ingressar no curso de direito na Faculdade de Direito do Largo São Francisco em 1850, foi rejeitado por ser negro; Gama então cursou o curso de direito como ouvinte e atuou dando assistência jurídica para negros escravos e livres.

Luiz Gama participou na política na época, liderando e participando de grupos abolicionistas mais radicais, que eram a favor da luta de guerrilha negra contra a escravidão.

artigo Anterior

Jantar de fim de ano do PCO em Campinas

Próximo artigo

Fraude eleitoral: Gilmar Mendes quer fora das eleições os dois principais candidatos

Leia mais

Deixe uma resposta