PT anuncia comitê anti-imperialista em debate sobre a Venezuela

Compartilhar:

No dia 18 de agosto, o PT (Partido dos Trabalhadores) realizou um evento em sua sede municipal em Porto Alegre para debater a situação na Venezuela. Alguns militantes do PCO participaram do evento.

O debate teve início com a fala do militante Diego Ribeiro, que apresentou o programa do PCO (Partido da Causa Operária) de formação de comitês de luta contra o golpe. Ele falou que a luta contra o golpe não deve se dar em lutas parciais, mas sim deve ser a luta contra o golpe de conjunto. Depois disso, foi feito um relato de toda história do chavismo. O militante do MST Douglas Wink, que foi o convidado especial do evento, denunciou a sabotagem contra o governo Maduro, como o desabastecimento de alimentos e as campanhas da imprensa e do parlamento pró-imperialistas.

Depois de os palestrantes falarem, iniciou-se um debate com os presentes sobre a correlação entre o golpe na Venezuela e o golpe no Brasil. Foi comentado que, ao contrário do Brasil, a Venezuela tem um veículo de comunicação, que é a Rede Venezolana de Televisión, usada pelo governo de Maduro para se defender dos ataques do imperialismo. Outro ponto comentado durante o evento foi a rejeição ao discurso de “autocrítica” da esquerda pequeno-burguesa.

Neste evento, foi anunciada a criação de um comitê de defesa dos países latino-americanos atacados pelo imperialismo, em que o PCO foi convidado a participar. Com isso, podemos perceber que há uma tendência de aproximação de setores do PT ao programa defendido pelo PCO, de luta contra o imperialismo e, assim, de luta contra os golpes de Estado tramados pelo imperialismo na América Latina.

artigo Anterior

CUT e a ruptura com a burguesia

Próximo artigo

Chapa de Beto Hitler quer censurar chapa de Educadores em Luta na APP Paraná

Leia mais

Deixe uma resposta