O golpista Doria cria empresa para privatizar São Paulo

Compartilhar:

No dia 11 de abril, a Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou, em tempo recorde, um projeto de lei para modificar o caráter jurídico e funcional da empresa estatal SP Negócios.

Na nova lei, essa estatal deixa de ser uma empresa pública, para se transformar em uma empresa de Sociedade Anônima, com o nome de SP Parcerias, vinculada a Secretaria Municipal de Desestatização e Parcerias desse governo dos golpistas.

A função da nova empresa é promover o projeto de privatização total da cidade de São Paulo do governo golpista de João Doria (PSDB), do qual ele chama de plano de desestatização da cidade.

Um verdadeiro plano de criminosos, onde o prefeito golpista do PSDB pretende entregar o patrimônio da cidade de São Paulo para seus amigos empresários, verdadeiros tubarões do capitalismo local.

Com a criação da SP Parceiras a venda e concessões de empresas públicas, imóveis, terrenos, prédios e tudo mais que seja do povo.

Dória quer repassar o mais rápido possível o patrimônio da cidade, que é da população paulista para empresários que poderão fazer o que bem quiser com essas propriedades. Um verdadeiro escárnio.

A SP Parceiras na verdade terá a função de leiloeiro do patrimônio do povo.

Para que se tenha uma ideia do crime que está sendo cometido, o projeto de lei do golpista Doria, que aprovou a criação da empresa que fará a roubalheira da cidade, i deu entrada na Câmara Municipal no dia 27 de abril e menos de quinze dias depois já foi colocado para sua aprovação.

Sequer foram realizados os trâmites naturais dentro da Câmara para que esse projeto fosse aprovado no Plenário, como por exemplo, passar pela avaliação das Comissões, a exemplo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que tem a função de avaliar qualquer projeto de lei e sua concordância com a nossa Constituição Federal.

Mas uma evidência de que em época de golpe de Estado, os golpistas passam por cima de tudo para realizar seus crimes contra a população, não respeitam nada, muito menos a Constituição Federal, a lei maior do país, e suas regras de convivência em um suposto estado de direito.

Diante de mais esse ataque ao conjunto da população, é necessário fortalecer a luta contra o golpe de Estado, que vem abrindo caminho para a destruição do país, a fim de favorecer verdadeiros vigaristas políticos, representantes de grandes capitalistas como é o caso do golpista Doria que controla nesse momento a prefeitura de SP.

artigo Anterior

Golpistas querem o fim do programa Mais Médicos

Próximo artigo

Alckmin treina chefes para quebrar greve no Metrô

Leia mais

Deixe uma resposta